A partir de terça-feira (2) eleitor poderá ser preso só em alguns casos

A partir de terça-feira (2) eleitor poderá ser preso só em alguns casos
outubro 01 12:29 2018

O calendário para as eleições gerais deste ano entra em sua reta final. No próximo domingo, 7 de outubro, milhões de eleitores em todo o país vão às urnas para escolher os novos presidente, governador, senadores e deputados federais e estaduais.

Com a proximidade da votação, o calendário eleitoral se intensifica. Por exemplo, a partir do próximo dia 2, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto (veja mais no box).

No Pará 5.499.283 eleitores estarão aptos a votar em 18.553 seções eleitorais e 5.155 locais de votação, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA). Para esta eleição 3.492.534 eleitores (63,5%) em 54 municípios fizeram cadastro biométrico. O reconhecimento dos outros 2.006.749 (36,49%) eleitores espalhados em 90 municípios ainda se dará pelo método tradicional, ou seja, o eleitor precisará apresentar um documento de identidade na seção eleitoral para que o mesário ateste a sua identidade.

A auditoria das urnas eletrônicas em condições normais de uso (votação paralela) será realizada no dia 7 de outubro, dia da eleição em 1º turno e, havendo 2º turnos, no dia 28 de outubro, a partir das 7h, no Hall do Plenário Antônio Koury, 3º andar do prédio sede do TRE-PA.

Confira o calendário eleitoral desta semana:

 

  Categories: