Alagamentos e enxurrada deixam Paragominas em alerta

Alagamentos e enxurrada deixam Paragominas em alerta
abril 12 14:04 2018

Na madrugada desta quinta-feira (12), uma forte chuva atingiu Paragominas, sudeste do Pará, e deixou a população em alerta. A cidade sofre com vários pontos de alagamento e enxurradas em alguns bairros. Casas foram levadas pela chuva, árvores e postes estão prestes a cair. O Parque Ambiental da cidade está completamente submerso. Outra preocupação dos moradores é em relação aos combustíveis, os postos de gasolinas estão cheios e há possibilidade

a madrugada desta quinta-feira (12), uma forte chuva atingiu Paragominas, sudeste do Pará, e deixou a população em alerta. A cidade sofre com vários pontos de alagamento e enxurradas em alguns bairros. Casas foram levadas pela chuva, árvores e postes estão prestes a cair. O Parque Ambiental da cidade está completamente submerso. Outra preocupação dos moradores é em relação aos combustíveis, os postos de gasolinas estão cheios e há possibilidade do estoque acaba

a madrugada desta quinta-feira (12), uma forte chuva atingiu Paragominas, sudeste do Pará, e deixou a população em alerta. A cidade sofre com vários pontos de alagamento e enxurradas em alguns bairros. Casas foram levadas pela chuva, árvores e postes estão prestes a cair. O Parque Ambiental da cidade está completamente submerso. Outra preocupação dos moradores é em relação aos combustíveis, os postos de gasolinas estão cheios e há possibilidade do estoque acabar.

  • Veja imagens da calamidade em Paragominas

Equipes do Corpo de Bombeiro e da Prefeitura estão desde cedo nas ruas para resgatar famílias que estão em situação de risco. Alguns locais estão disponíveis para atender os desabrigados: Quadra do Ginásio Municipal de Esporte, Escola Professor Raimundo Laureano da Silva Souza, Escola Irmã Maria Angélica Dantas, Escola Sonia M Terzella, Escola Amador Peres, Escola Anésia C. Chaves, Centro de Convivência Socorro Gabriel – Secretaria de Assistência Social.

A moradora Camila Ribeiro, do bairro Promissão I, informou que a situação é muito preocupante. “Estou na casa de parentes já, as residências do meu bairro estão embaixo d’água, a minha casa só o teto está de fora. Ouvir dizer que a pode piorar com o rompimento de represas”, contou.

“A cidade está um caos, muitas ruas alagadas. Hoje, por exemplo, não tiveram aulas nas escolas. O volume de água é bastante intenso por aqui, a parte baixa da cidade está cheia d’água”, acrescentou a moradora Telma Santos.

Telma contou ao DOL que há crianças desaparecidas na cidade, mas o Corpo de Bombeiros ainda não confirmou a informação.

 

PA-256

A forte enxurrada chegou a romper parte da rodovia PA-256, na altura do km 12, entre Paragominas e a Vila Canaã, no trecho que foi recuperado e liberado para o trânsito no início desta semana após obras.

A pista está totalmente bloqueada, pois ainda não é possível realizar qualquer intervenção no local. Um desvio está sendo utilizado na área de uma fazenda que ladeia a rodovia para que se mantenha a mobilidade na região.

(Fotos: Reprodução)

 Doações

As famílias vítimas do alagamento estão precisando de doações como roupas para adultos e crianças; colchões; roupas de cama; kit de higiene pessoal; toalhas; e alimentos não perecíveis. As entregas podem ser feitas no Centro de Convivência Socorro Gabriel, CRAS Morada do Sol (Casequinha) CRAS Jaderlândia e CRAS Camboatã.

O DOL entrou em contato com o Corpo de Bombeiros e aguarda informações sobre desaparecidos e a situação geral em Paragominas.

Veja imagens da calamidade em Paragominas

Equipes do Corpo de Bombeiro e da Prefeitura estão desde cedo nas ruas para resgatar famílias que estão em situação de risco. Alguns locais estão disponíveis para atender os desabrigados: Quadra do Ginásio Municipal de Esporte, Escola Professor Raimundo Laureano da Silva Souza, Escola Irmã Maria Angélica Dantas, Escola Sonia M Terzella, Escola Amador Peres, Escola Anésia C. Chaves, Centro de Convivência Socorro Gabriel – Secretaria de Assistência Social.

A moradora Camila Ribeiro, do bairro Promissão I, informou que a situação é muito preocupante. “Estou na casa de parentes já, as residências do meu bairro estão embaixo d’água, a minha casa só o teto está de fora. Ouvir dizer que a pode piorar com o rompimento de represas”, contou.

“A cidade está um caos, muitas ruas alagadas. Hoje, por exemplo, não tiveram aulas nas escolas. O volume de água é bastante intenso por aqui, a parte baixa da cidade está cheia d’água”, acrescentou a moradora Telma Santos.

Telma contou ao DOL que há crianças desaparecidas na cidade, mas o Corpo de Bombeiros ainda não confirmou a informação.

 

PA-256

A forte enxurrada chegou a romper parte da rodovia PA-256, na altura do km 12, entre Paragominas e a Vila Canaã, no trecho que foi recuperado e liberado para o trânsito no início desta semana após obras.

A pista está totalmente bloqueada, pois ainda não é possível realizar qualquer intervenção no local. Um desvio está sendo utilizado na área de uma fazenda que ladeia a rodovia para que se mantenha a mobilidade na região.

(Fotos: Reprodução)

 Doações

As famílias vítimas do alagamento estão precisando de doações como roupas para adultos e crianças; colchões; roupas de cama; kit de higiene pessoal; toalhas; e alimentos não perecíveis. As entregas podem ser feitas no Centro de Convivência Socorro Gabriel, CRAS Morada do Sol (Casequinha) CRAS Jaderlândia e CRAS Camboatã.

O DOL entrou em contato com o Corpo de Bombeiros e aguarda informações sobre desaparecidos e a situação geral em Paragominas.

Veja imagens da calamidade em Paragominas

Equipes do Corpo de Bombeiro e da Prefeitura estão desde cedo nas ruas para resgatar famílias que estão em situação de risco. Alguns locais estão disponíveis para atender os desabrigados: Quadra do Ginásio Municipal de Esporte, Escola Professor Raimundo Laureano da Silva Souza, Escola Irmã Maria Angélica Dantas, Escola Sonia M Terzella, Escola Amador Peres, Escola Anésia C. Chaves, Centro de Convivência Socorro Gabriel – Secretaria de Assistência Social.

A moradora Camila Ribeiro, do bairro Promissão I, informou que a situação é muito preocupante. “Estou na casa de parentes já, as residências do meu bairro estão embaixo d’água, a minha casa só o teto está de fora. Ouvir dizer que a pode piorar com o rompimento de represas”, contou.

“A cidade está um caos, muitas ruas alagadas. Hoje, por exemplo, não tiveram aulas nas escolas. O volume de água é bastante intenso por aqui, a parte baixa da cidade está cheia d’água”, acrescentou a moradora Telma Santos.

PA-256

A forte enxurrada chegou a romper parte da rodovia PA-256, na altura do km 12, entre Paragominas e a Vila Canaã, no trecho que foi recuperado e liberado para o trânsito no início desta semana após obras.

A pista está totalmente bloqueada, pois ainda não é possível realizar qualquer intervenção no local. Um desvio está sendo utilizado na área de uma fazenda que ladeia a rodovia para que se mantenha a mobilidade na região.

(Fotos: Reprodução)

 Doações

As famílias vítimas do alagamento estão precisando de doações como roupas para adultos e crianças; colchões; roupas de cama; kit de higiene pessoal; toalhas; e alimentos não perecíveis. As entregas podem ser feitas no Centro de Convivência Socorro Gabriel, CRAS Morada do Sol (Casequinha) CRAS Jaderlândia e CRAS Camboatã.

O DOL entrou em contato com o Corpo de Bombeiros e aguarda informações sobre desaparecidos e a situação geral em Paragominas.

  Categories: