Celular: Entenda porque é uma das piores coisas que você pode fazer ao acordar

Celular: Entenda porque é uma das piores coisas que você pode fazer ao acordar
setembro 24 18:38 2018

Entenda como este hábito pode acabar com o seu dia antes mesmo dele começar

Todas os dias, às 3 da manhã, eu recebo um e-mail. É o relatório de treinamento diário do meu acampamento. Ele é muito útil e eu fico ansiosa para lê-lo. Tanto que desenvolvi o hábito de verificar meu e-mail imediatamente ao acordar – antes mesmo de sair da cama.

De acordo com Stacy Morgenstern, co-fundadora do Health Coach Institute, essa é uma das piores coisas a se fazer imediatamente ao acordar: “Como as pessoas usam o celular como despertador, elas são propensas a checar o e-mail instintivamente, antes mesmo de lavarem o rosto, irem ao banheiro e escovarem os dentes. Portanto, pode ser útil manter seu telefone longe de você durante a noite e usar um despertador de verdade para que você fique menos tentado a verificar seu e-mail logo depois de acordar”.

Eu definitivamente uso meu telefone como alarme. E também verifico o meu e-mail antes de lavar o rosto.
Além disso, permito que esse e-mail determine o tom que meu dia vai ter. Se eu tenho muita gente fazendo check-in no camping ou novos inscritos, eu fico bem. Levanto-me e me preparo para o acampamento de bom humor, confiante no que estou fazendo e ansiosa para cumprimentar as pessoas antes do sol nascer.
Mas, nas primeiras semanas, esse relatório foi como um tapa na cara. Os números eram todos grandes e gordos zeros, que me fizeram sentir exatamente sem valor. Melhor: eu permiti que os números me fizessem sentir inútil. Esses números não fizeram nada – eles são apenas dados enviados pela minha empresa. Mas, ao internalizá-los, deixei que outra coisa roubasse todo o meu dia antes mesmo dele começar.

Os números não são mais zeros. Mas isso não é uma boa razão para continuar deixando que eles interfiram no meu dia. Todo negócio terá altos e baixos, inclusive o meu. Se eu continuar procurando o meu telefone e abrindo esse e-mail quando o meu alarme tocar (às 4 da manhã), continuarei a viver e a morrer devido à subida e descida dos dados. E não é isso que eu quero.

Eu faço o que gosto! Amo os campistas, adoro exercitar-me e adoro ajudar as pessoas a descobrirem o que são capazes de fazer. Claro, eu também gosto de receber o pagamento no fim do mês – mas eu poderia receber um salário em qualquer outro lugar. Não posso pensar só no dinheiro e, agora, sei que é importante adotar hábitos que me façam refletir sobre isso. Verificar o meu relatório de alunos todos os dias pode ser um hábito saudável para me ajudar a vigiá-los, mas não quando faço isso compulsivamente ao acordar.

Então, hoje eu vou pegar um despertador e configurá-lo (como se eu estivesse em 2001). Meu telefone vai ficar na outra sala. Vou começar o meu dia com mais intenção e menos compulsão. E, provavelmente, com muito mais paz.

Fonte: Aleteia

  Categories: