Comércio gerou 1.200 postos de trabalho no Pará

Comércio gerou 1.200 postos de trabalho no Pará
janeiro 17 14:32 2019

O emprego formal no setor do Comércio apresentou crescimento de 0,59% no Pará em 2018, segundo estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) com base em dados do Ministério do Trabalho/Caged do período de janeiro a novembro, quando foram registradas 67.220 admissões contra 66.020 desligamentos gerando um saldo positivo de 1.200 postos de trabalho.

Na análise setorizada, o levantamento mostra que o comércio varejista apresentou crescimento de 0,41% na geração de empregos formais, com saldo positivo de 681 postos de trabalho e o atacadista apresentou crescimento de 1,47%, com a geração de 519 postos.

Na Região Norte, o Amazonas foi destaque, com a geração de 2.457 postos de trabalho, seguidos do Pará (1.200); Tocantins (861); Roraima (134); Amapá (96) e do Acre (92). O destaque negativo ficou com Rondônia, com a perda de 622 postos de trabalho. Em toda a região foram registradas 179.992 admissões contra 175.774 desligamentos, gerando um saldo positivo de 4.218 postos de trabalho e crescimento de 0,85% na geração de empregos formais.

NOVEMBRO/2018

Segundo o Dieese/PA, em novembro de 2018 houve saldo positivo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados, com crescimento de 1,04%. Foram feitas 7.142 admissões contra 5.058 desligamentos, gerando saldo positivo de 2.084 postos de trabalho. O comércio varejista apresentou crescimento de 1,12% com a geração de 1.863 postos, já o atacadista também apresentou crescimento de 0,62% com a geração de 221
postos de trabalho.

  Categories: