Contratante de pistoleiros que mataram prefeito é ouvido pela Polícia

Contratante de pistoleiros que mataram prefeito é ouvido pela Polícia
novembro 17 19:17 2017

A Polícia Civil está ouviu na manhã desta sexta-feira (17) o depoimento de Flávio Rodrigues Porto, preso na quinta-feira (16), apontado como o responsável por contratar os pistoleiros que executaram o então prefeito de Tucuruí, Jones William.

O depoimento foi colhido na sede da Divisão de Homicídios, na travessa Castelo Branco, bairro de São Brás, em Belém. Flávio foi ouvido pelo delegado André Costa. O depoimento dele ficará, a princídio, restrito às investigações, e as declarações dele não serão divulgadas.

  • Prefeito de Tucuruí é afastado pela Justiça
  • População faz ato pedindo renúncia de prefeito de Tucuruí

Flávio foi preso no município de São Miguel do Araguaia, interior de Goiás. Ele chegou ainda na quinta-feira na capital paraense, seguindo direto para a Delegacia Geral, onde permaneceu até a hora de prestar depoimento.

  • Habeas corpus é negado para mãe de prefeito de Tucuruí
  • Mãe do atual prefeito de Tucuruí segue para presídio feminino

O CRIME

O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou morrendo.

O suspeito de disparar contra o prefeito, Bruno Marcos, foi preso em setembro, e um segundo envolvido foi preso no mês seguinte. Também em outubro, Josy Brito, mãe do vice-prefeito de Jones William, foi presa, apontada como a mandante do crime.

  Categories: