Enem: atendimento especializado deve ser solicitado na inscrição

Enem: atendimento especializado deve ser solicitado na inscrição
maio 14 11:08 2018

Estudantes que precisam de atendimento especial durante as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem fazer a solicitação no momento da inscrição. Segundo o Ministério da Educação, o pedido deve ser comprovado com laudo médico.

As inscrições no Enem 2018 seguem até 18 de maio, que também é o prazo para realizar alterações na solicitação. No caso daqueles que desejam ser atendidos pelo nome social, o pedido pode ser feito entre 28 de maio e 3 de junho.

São beneficiados, neste caso, os inscritos com baixa visão, cegueira, deficiência auditiva, física e/ou intelectual, déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, surdo-cegueira e visão monocular. Aqueles com deficiências visuais podem levar material próprio, que será fiscalizado pelos aplicadores, como máquina Perkins, canetas de ponta grossa e lupa.

Caso solicitem o atendimento especializado, esses estudantes têm acesso a prova em braille, com letra ampliada ou superampliada, tradutor-intérprete ou videoprova em Libras, guia-intérprete, ledor, transcritor, entre outros. Por meio da solicitação e apresentação de parecer aprovado, também é possível solicitar tempo extra de 60 minutos em cada dia.

O Enem oferece auxílio para que gestantes, idosos, lactantes, estudantes em classe hospitalar e em outras situações realizem a prova da maneira mais cômoda. Os inscritos que solicitarem atendimento específico terão direito a salas de fácil acesso, mesas e cadeiras sem braços e apoio para perna e pés, por exemplo. Mães que desejam amamentar os filhos durante as provas devem levar acompanhante adulto que cuide das crianças em uma sala reservada.

(Diário do Pará)

  Categories: