Festival Jeca Tatu estreia na quarta-feira, 27

Festival Jeca Tatu estreia na quarta-feira, 27
junho 25 15:17 2018

Festival Jeca Tatu estreia na quarta-feira, 27

A partir de quarta-feira, 27, até 1º de julho, Parauapebas irá viver o tradicional Festival Junino de Parauapebas, o Jeca Tatu.  Em sua 16ª edição, o arraial será realizado na  Praça de Eventos, mas no primeiro dia haverá o já esperado Encontro de Carroceiros. A concentração será às 14 horas, na Praça Faruk Salmen, bairro da Guanabara.

Após a carroçada, a programação seguirá com os shows de Vamberto e Banda, DJ Mimiso e MC Lobato. Ainda durante à noite do dia 27 serão realizados os concursos para escolha do Jeca Tatu, da Miss Caipira e Miss Caipira Gay. Haverá ainda apresentação e concurso de quadrilha, casamento na roça e vendas de comidas típicas.

O Festival Jeca Tatu é uma grande festança realizada prefeitura, com a organização da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas (Liagup) para a toda família. Este ano, o Festival homenageia o Mestre Cupijó.

Durante os cinco dias, 34 quadrilhas irão se apresentar, sendo que dez são de outros municípios da região.

Mestre Cupijó

Joaquim Maria Dias de Castro, mais conhecido como mestre Cupijó, natural de Cametá, faleceu em 25 de setembro de 2012, aos 76 anos de idade.  Era formado em Direto, exerceu o cargo de vereador, mas jamais se desligou das partituras, especialmente as folclóricas, sobre as quais aprendeu ainda garoto com o pai, que era músico.

Cupijó era apaixonado por clarinete e se destacou na composição de músicas instrumentais de um estilo folclórico bem paraense: o Siriá. O estilo vinha sendo esquecido e foi quando ele decidiu transformar o Siriá, acelerando o ritmo das músicas e incluindo instrumentos de sopro nas composições.

Ao lado de outros grandes músicos paraenses, como os mestres Vieira e Verequete, Cupijó ousou na transformação de um ritmo até então somente conhecido pelos paraenses. Correu o risco de ser criticado pelos mais tradicionalistas. Contudo, se não fosse pela ousadia, o Siriá não seria conhecido atualmente em todo o Brasil.

 Confira a programação completa no folder anexado 

  Categories: