Helder recebe medalha de mérito e anuncia obras para o Estado

Helder recebe medalha de mérito e anuncia obras para o Estado
maio 16 12:28 2019

O Pará entrará em um novo patamar de desenvolvimento logístico e de verticalização da produção nos próximos anos. O governador Helder Barbalho anunciou, ontem (15), a construção da primeira etapa da Ferrovia Paraense, com 700 quilômetros de extensão, interligando o Porto de Vila do Conde, em Barcarena, passando por Marabá até Parauapebas. O investimento total nessa etapa será na ordem de US$ 3 bilhões.

O cronograma para a execução deve ser apresentado pelo governo ainda este ano. “Em 2020 vamos consolidar o projeto executivo para iniciar as obras em 2021. O modelo de exploração será ou de concessão que é o modelo atual do país; ou de direito de uso pelo investidor privado, o que ainda depende de aprovação na Assembleia Legislativa do Estado, onde pretendemos aprovar um novo marco legal que permita a viabilidade da obra”, disse Helder. A segunda etapa da ferrovia, que terá um total de 1,3 mil quilômetros, chegará até o extremo sul do Estado, no município de Santana do Araguaia.

O anúncio foi feito na noite de ontem (15) durante a solenidade de abertura da 14ª edição da Feira da Indústria do Pará (Fipa) no Hangar Centro de Convenções, quando o governador foi homenageado com a medalha de Mérito Industrial Simão Miguel Bittar, maior comenda da indústria paraense, outorgada pela Federação das Indústrias do Estado (Fiepa).

O governador também revelou no evento outra grande novidade: no próximo dia 23 oficializará o acordo para a instalação da primeira planta de verticalização de minério de ferro no Estado do Pará em parceria com a Vale e a empresa Chinesa CCC5. “O investimento será de 450 milhões de dólares que serão realizados a partir do próximo ano, numa empresa de aço laminado em Marabá. Será o ciclo da verticalização tão sonhado pelos paraenses há décadas”, reiterou.

FERROGRÃO

Além disso, Helder garantiu ainda que no segundo semestre desse ano será iniciado o derrocamento do Pedral do Lourenço, com previsão de conclusão para 2022. Outra novidade do governo será a viabilização da ferrovia Ferrogrão, que interligará o estado de Mato Grosso ao oeste paraense e facilitará a escoação da produção de grãos. “Caso o Governo Federal deixe essa ferrovia em segundo plano, já acertei com o governador de Mato Grosso que faremos um consórcio para viabilizar a Ferrogrão, que perpassará pelos 2 Estados”, garante Helder.

No seu discurso de agradecimento, o governador anunciou diversos esforços realizados por sua gestão para atrair novos investimentos e gerar desenvolvimento, verticalização e empregos no Pará. “Durante muito tempo, o Pará serviu como manancial de riquezas que nos foram tiradas sem a devida contrapartida. A minha luta é para mudar esse cenário e criar um clima de abertura para investimentos. Para nós a crise não é um impedimento. Aqui no Pará nós respondemos a ela com mais trabalho e mais possibilidades para o nosso povo”, apontou.


Em seu discurso, Helder anunciou obras importantes para o desenvolvimento do Estado (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)

30 mil devem passar pela feira até o próximo sábado

Promovido pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), com correalização do Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas do Pará (Sebrae no Pará), parceria da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e apoio cultural do Governo do Estado, a FIPA é realizada há 28 anos, com uma feira para exposições de produtos e serviços de empresas com atuação no Pará e uma ampla programação técnica voltada para a capacitação e debate.

Com o tema Indústria 4.0, o evento quer proporcionar a empresários, formadores de opinião e público em geral, o contato com o conceito da chamada Quarta Revolução Industrial e suas principais inovações tecnológicas voltadas para a automação e controle nos processos industriais.

A edição 2019 da feira tem 70 estandes e cerca de 100 expositores. A organização estima um público visitante de 25 a 30 mil pessoas em quatro dias de feira. A programação da XIV FIPA segue até sábado (18).

  Categories: