Hipertensão se combate com exercícios físicos e boa alimentação

Hipertensão se combate com exercícios físicos e boa alimentação
abril 26 14:09 2018

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, no Brasil, aproximadamente 30% da população com mais de 40 anos pode ter a pressão arterial elevada. O dado serve de alerta, sobretudo neste Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, realizado hoje. “Adotar novos hábitos, como ter uma alimentação saudável e diminuir a ingestão de sal e gordura, é muito importante”, aconselha o cardiologista Maurício Landim. “Também é recomendável manter o peso ideal para a altura e praticar atividade física regularmente. Hábitos danosos como fumar e ingerir bebida alcoólica são agravantes”.

Aos 45 anos, a dona de casa Fabíola Passos ficou assustada após saber que tem hipertensão arterial. “Sempre fui sedentária. Mas, aos 15 anos, pesava 45 kg, em média. Então, não me preocupava com sobrepeso. Para piorar, sempre tive uma alimentação desregrada”, conta. Motivada pelo marido, Aluísio Passos, 47, Fabíola passou a fazer exercícios e a melhorar a alimentação do casal. “Passei a fazer uma reeducação alimentar e há uma semana estou caminhando e estamos fazendo exercícios juntos”, diz.

A hipertensão também é um fator de risco para problemas no coração, cerebrais e renais. “Então, a grande preocupação não é apenas saber que é hipertenso, é fundamental manter o controle da pressão”, explica Maurício Landim.

A prevenção da enfermidade é baseada na mudança do estilo de vida, conforme explica a médica clínica e nutróloga da Hapvida Natasha Vilanova. “Muitos dos pacientes no consultório ainda desconhecem a relação da atividade física para a prevenção da doença”, explica. “Muitas vezes, as pessoas vinculam à pressão alta mais os fatores alimentares, como por exemplo o consumo exagerado de sal. O mais indicado, portanto, é associar a prática de exercícios físicos a hábitos alimentares saudáveis”, orienta a nutróloga.

(Wal Sarges/Diário do Pará)

  Categories: