Idosa de 100 anos vai à Basílica de Nazaré pagar promessa após graça alcançada

Idosa de 100 anos vai à Basílica de Nazaré pagar promessa após graça alcançada
setembro 15 19:35 2018

 O Círio de Nazaré está chegando e é muito comum nessa época ouvirmos relatos de pessoas que tiveram alguma experiência de fé com a padroeira da Amazônia. Este é o caso de Celestina Lopes dos Santos, uma senhora de 100 anos, que veio de Manaus, no Amazonas, para agradecer Nossa Senhora de Nazaré por um milagre recebido. De etnia indígena, ela nasceu em Quaraí do Amazonas e mesmo com a muita idade, está lúcida e tem uma boa comunicação com todos.

No ano passado, Dona Celeste, como gosta de ser chamada, sofreu um acidente em casa e acabou caindo. Com a lesão sofrida durante a queda, adquiriu um problema na coluna, provocando fortes dores constantes. Se locomover sem a ajuda dos familiares ficou inviável e com o tempo parou de andar. Mesmo passando por nove médicos, os tratamentos recebidos não tinham resultados positivos.

Segundo os familiares, Dona Celeste sempre foi uma pessoa muito religiosa e com a fé que sempre teve, em uma determinada noite, pediu intercessão de Nossa Senhora de Nazaré para que recebesse a cura. A idosa fez uma promessa e afirmou que viria à Belém para pagar a promessa de ir até a Basílica e, também, para doar uma quantia para ajudar nas despesas da igreja.

Em uma manifestação de fé, Dona Celeste diz que teve um sonho em que a Virgem de Nazaré aparecia e a chamava. Nesse mesmo momento, ela acordou e voltou a sentir as pernas e andar.

A neta de Celestina, Kátia dos Santos Ferreira, que veio à capital paraense para acompanhar a avó, deixa claro a importância da fé da matriarca da família para alcançar a graça.

“Minha avó é uma pessoa de muita fé. No momento em que estava doente, ela falava que ia levar o dinheiro para a Basílica de Nazaré. Em um dia, ela me disse que tinha visto Nossa Senhora e com essa fé, ela voltou a andar.”

Hoje, Dona Celeste só tem motivos para agradecer. E você, internauta, tem uma história de fé para compartilhar com a gente?

  Categories: