Leão Azul também quer repetir história de sucesso e vencer na Série C

Leão Azul também quer repetir história de sucesso e vencer na Série C
agosto 09 13:43 2019

A situação do Clube do Remo teve uma reviravolta nada agradável nesta primeira fase da Série C. Após sentir nas mãos a vaga que dá direito às eliminatórias (mata-mata), hoje a equipe e vê fora da zona de cima da tabela em virtude de inúmeros fatores. Dessa maneira, em busca de redenção, a equipe, que tentará retornar ao G4 nesta noite, às 20h, diante do Volta Redonda-RJ, no estádio da Cidadania, pode se espelhar no desenvolvimento de outro felino, o do filme O Rei Leão: Simba, que reconquistou a coroa após passar por problemas similares ao do Leão Azul.

Destinado ao trono, o personagem fictício, que vislumbrava com a data em que iria assumir o que era seu por direito, pela inocência acabou se deixando levar pelas emboscadas do próprio tio, Scar. No caso azulino, depois da perspectiva otimista com um início com sequência invicta, a equipe cedeu pontos de forma infantil, além de certas “emboscadas”, a exemplo de decisões duvidosas das arbitragens, recentemente, que afetaram diretamente na construção do placar e da campanha azulina. As semelhanças não param, por aí!

Ao ser forçado a fugir do seu lar, o filhote do filme não tinha tanta expectativa em reverter a sua situação, já que era considerado culpado pelas tragédias que culminaram com seu exílio. No entanto, esse foi o grande ponto de partida para Simba.

Longe de casa, reencontrou a sua essência e a maturidade necessária para partir em busca da sua coroa. O chamado da sua fiel amiga foi o ponto de partida para retornar à Pedra do Rei e ratificar a sua redenção.

REALIDADE

No caso do Maior do Norte, a saída da zona de acesso da Série C foi um duro choque para quem permaneceu intocável na posição em quase todo o desenvolvimento do campeonato. Mesmo ressabiado, o seu braço direito já demonstrou apoio: o Fenômeno Azul compareceu em peso ao treino de quarta-feira (7) em ato de confiança de que o Leão Azul pode resgatar a sua valentia e dar continuidade no projeto do acesso à Série B.

Doidos para imitar a arte, os membros do Remo já afirmaram que esse é o momento do Rei da Amazônia rugir alto e, baseado na clássica frase do protagonista da película: “essa é a hora de dar risada na cara do perigo”.

“O Remo é time grande, tem uma camisa pesada. Com todo o respeito aos adversários, mas não vamos ter medo de enfrentar ninguém. Vamos ter que recuperar os pontos que perdemos aqui”, ponderou o centroavante Neto Baiano, que deve iniciar na onzena titular

 Suspense para tentar surpreender o Voltaço

Pela primeira desde que assumiu o Remo, a comissão técnica azulina, liderada pelo treinador Márcio Fernandes, além de não adiantar a escalação, “malocou” também a lista de jogadores relacionados para embate desta noite. Todavia, o time titular não irá contar com um jogador que tem sido fundamental na temporada. O volante Djalma, que recentemente revezou a função também na ala-direita, está fora do compromisso contra o Volta Redonda, ao ter sido diagnosticado novamente com uma inflamação no púbis. Dessa maneira, uma vaga se abre no meio-campo, uma vez que Gabriel Cassimiro, que já vinha treinando na lateral direita, retornará ao time principal.

Embora a tendência fosse preencher o miolo com jogadores mais de defesa (Yuri, Ramires e Djalma), Márcio Fernandes deve lançar um jogador mais ofensivo, que é o caso do meia-armador Zotti ou do meia-atacante Wesley. A depender da escolha, a estratégia deverá ser alterada. Caso Zotti seja acionado, Eduardo Ramos irá atuar pelas beiradas, ao lado de Neto Baiano e Gustavo Ramos na composição do trio de ataque. Mas, se a prioridade for por Wesley, o jogador irá para a ponta, enquanto que Eduardo Ramos icará com a incumbência de organizar o meio.

De acordo com o técnico, a escalação só será confirmada na hora do jogo. “Temos algumas opções em mente, mas só vamos decidir na hora. Vamos escolher aquilo que acharmos melhor, para irmos atrás dos três pontos”.

VOLTA REDONDA

–  Apesar da derrota na rodada anterior, em casa, para o Ypiranga, o Volta Redonda-RJ quer confirmar o título de melhor campanha do returno, nesta noite, em jogo contra o Clube do Remo. Uma vitória no seu quintal pode recolar a equipe na liderança, bem como o encaminhamento rumo à classificação da Série C.

– Dessa maneira, sem nenhum desfalque, o time quer vencer a todo custo. “Tivemos um desvio de percurso. Mas isso não diminuiu o trabalho que estamos fazendo. Vai ser um jogo contra uma equipe que quer se recuperar e temos que fazer a nossa parte para vencer”, disse o treinador Toninho Andrade.

 

  Categories: