Polícia Civil do Pará identifica sequestradores de familiares de bancário em Dom Eliseu

Polícia Civil do Pará identifica sequestradores de familiares de bancário em Dom Eliseu
maio 12 14:43 2019

A Polícia civil do Pará identificou três envolvidos nesta quarta-feira (08), uma associação criminosa responsável por sequestrar e manter como reféns familiares do gerente de uma agência bancária, em Dom Eliseu, nordeste paraense. Durante investigação, policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) da região do Caeté, sediado em Capanema, encontraram o local usado como cativeiro para onde foram levados reféns os familiares do bancário. O cativeiro estava localizado, às margens da rodovia que liga Dom Eliseu à Rondon do Pará, em um local deserto.

Após a ação policial, foram apresentadas às vítimas as fotos de criminosos conhecidos na região. Foram reconhecidos como autores do crime os maranhenses Maurício Sousa Oliveira, natural de Açailândia (Maranhão), e Thalisson Silva dos Santos, natural de Açailândia (Maranhão) e o paraense Lucas de Souza Farias, conhecido por “Lucas Metralha”, natural de Tucuruí. Foram também realizadas investigações em locais apontados como possíveis endereços dos criminosos. As investigações apontam possível envolvimento de aproximadamente 5 a 8 pessoas.

A operação foi comandada pela equipe policial de Dom Eliseu com a parceria do NAI de Capanema. Segundo os policiais civis, durante a ação criminosa, os sequestradores invadiram a residência do gerente e depois levaram como reféns a esposa e dois filhos do bancário. Outra parte da associação criminosa passou a manter contato telefônico com o gerente, para exigir dele o saque de 1 milhão de reais dos cofres do banco, como condição para liberação os reféns.

A equipe policial local tomou conhecimento do crime e foi até o banco, onde encontraram o gerente. O bancário foi orientado a não realizar o saque, enquanto isso, os policiais civis iniciaram investigações. Ao chegar ao local do cativeiro, os policiais civis encontraram apenas as vítimas. Os criminosos haviam deixado o local. Segundo as vítimas, apenas um dos sequestradores estava no local mantendo as vítimas como reféns.

Ainda não foi possível levantar a identidade do criminoso. Durante a ação criminosa, foram utilizados três veículos – um carro Celta cor branca, uma motocicleta Honda Titan, cor vermelha e um Renault Sandero cor preta, de placa GGY 2854 /Salvador-Bahia. O ultimo carro foi abandonado no centro da cidade, por volta das 10 horas. Os criminosos levaram apenas um aparelho celular das vítimas. Quem souber do paradeiro dos foragidos, pode ligar para o fone 181, o Disque Denúncia.

  Categories: