Professores e pais de alunos da Escola Milton Martins pedem ‘socorro’ a vereadores

Professores e pais de alunos da Escola Milton Martins pedem ‘socorro’ a vereadores
outubro 10 13:35 2018

Após a sessão da Câmara Municipal de Parauapebas desta terça-feira (9), uma comissão formada por professores e pais de alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Milton Martins foi recebida pelos vereadores na sala de reunião da presidência para pedir ajuda na solução dos problemas estruturais da unidade de ensino, que funciona em um prédio alugado pela prefeitura no Bairro Nova Carajás.

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) e do Conselho Municipal de Educação de Parauapebas (Comepa) também integraram o grupo, que foi ouvido pelos vereadores Horácio Martins (PSD), Ivanaldo Braz (PSDB), Joel do Sindicato (DEM) e Marcelo Parcerinho (PSC); pela Comissão de Educação da Câmara, que é formada pelas vereadoras Eliene Soares (MDB), Francisca Ciza (DEM) e Kelen Adriana (PTB); e pelo presidente da Câmara, Elias da Construforte (PSB).

Durante a reunião, professores relataram aos vereadores que há salas sem ventilador ou ar-condicionado, situação que dificulta a aprendizagem dos alunos, devido ao forte calor, e adoece os professores, com problemas de garganta.

Estamos trabalhando em condições insalubres. Precisamos de ações urgentes. Em curto prazo, precisamos que providenciem pelo menos ventiladores. Em médio prazo, que substituam o transformador, para que suporte colocar os aparelhos de ar-condicionado, pois o atual não aguentará. E em longo prazo, que construam um prédio próprio para a escola, porque já temos terreno para isso e onde funciona já não está comportando mais. Há duas invasões no bairro, e isso fez o número de alunos aumentar, chegando a mais de 1.500 estudantes. Precisamos da ajuda de vocês”, desabafou a professora Eliete Gomes.

O coordenador do Sintepp, Rosemiro Laredo, relatou que o problema não é exclusivo da Escola Milton Martins, pois diversas unidades passam por problemas estruturais, sem que o município resolva.

Outra questão apontada pela comissão é que o proprietário do prédio onde a escola funciona alega que está sem receber o pagamento do aluguel por parte da prefeitura há quatro meses.

Encaminhamentos

A comissão de pais e professores também convidou os vereadores para participarem de uma reunião que eles terão com o secretário municipal de Educação, Raimundo Neto, para tratar especificamente do caso da Escola Milton Martins, nesta quarta-feira (10), às 9 horas, no gabinete do secretário.

Após ouvir as reivindicações dos pais, professores e as considerações dos vereadores, o presidente Elias da Construforte pediu à Comissão de Educação que elabore relatório com todas as demandas apresentadas na reunião e as demais reclamações de toda a rede municipal de ensino encaminhadas aos vereadores, Sintepp e Comepa, para apresentar e cobrar soluções do secretário municipal de Educação, Raimundo Neto.

A reunião com o secretário será realizada na próxima quinta-feira (11), às 14 horas, na sala da presidência da Câmara.

 

Texto – Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Fotos: Orion Lima / Ascomleg

  Categories: